Logo

Sem Restrições

demo image

Estar Fabuloso (completa)

Chovia (completa)

Boca de Caieira

Nebuloso

Luar de Serra

Delírio I

Abraçando

Lá e Cá

Quando Me Lembro

Viúva Assanhada

Boca de Caieira - bônus

Comprar álbum

 

1. Estar Fabuloso │Danilo Brito

2. Chovia │Danilo Brito, arr. Laércio de Freitas

3. Boca de Caieira │Democrito Brito

4. Nebuloso │Danilo Brito

5. Luar de Serra │Danilo Brito

6. Delírio I │Danilo Brito

7. Abraçando │Alessandro Penezzi, arr. Laércio de Freitas

8. Viva │Danilo Brito

9. Lá e Cá │Danilo Brito

10. Quando Me Lembro │Luperce Miranda

11. Viúva Assanhada │Democrito Brito

12. Boca de Caieira (Bônus) │Democrito Brito

 

Apresentação por Danilo Brito

Tentarei apresentar, em poucas palavras, este meu terceiro álbum. Depois de Moleque Atrevido e Perambulando, ouso inovar o trabalho que vínhamos fazendo: instrumentações e gêneros musicais diversos em composições inéditas.

Demócrito Brito, bandolinista e amante da música, sempre me incentivou e compartilhou momentos de grande emoção. Trabalhoso foi me deixar gravar suas músicas, tamanha sua humildade. Mas o fiz em Viúva Assanhada e Boca de Caieira. Esta última com direito à sanfona de Dominguinhos, cuja excelência não carece comentários – diria apenas que é genial, se a palavra já não estivesse desgastada. Enfim, papai ficou satisfeito.

Abraçando é uma linda schottisch, composta pelo exímio instrumentista Alessandro Penezzi, brilhantemente arranjada e regida pelo Maestro Laércio de Freitas, que também me deu a honra ao fazê-los em Chovia.

Nebuloso foi feita em parceria com Luizinho 7 Cordas, cobrindo-a com belos e intrigantes solos de violão de 7, na segunda parte, feitos, para variar ou não, de improviso. Luizinho é o máximo.

Por falar em solos, não deixem de perceber aqueles feitos pelo clarinete do jovem Alexandre Ribeiro dialogando com o bandolim em Estar Fabuloso.

Não deixaria de falar do supote rítmico que nos deram Rafael Toledo, Léo Rodrigues e Aragão, dando brasilidade  com “telecoteco” e “caracrachá”.

Cavacos de Milton Mori e Joãozinho do Cavaco fazendo a ligação dos violões com a percussão.

Participações de Ensemble-SP e Rodrigo y Castro adicionam cordas e flauta com perfeição.

Todos os músicos que gentilmente participam deste CD são de absoluta competência e seriedade para com o que fazem. Sei que com eles não há uma só nota tocada sem o sentimento que a música proporciona e que lhe é merecido.

No mais, deixo as músicas de minha autoria à vontade, para serem ouvidas sem restrições.

Boa audição!

 

Produção: Maria Silvia T. Braga e Danilo Brito

Produção Executiva: Maria Silvia T. Braga

Direção Musical: Danilo Brito

Arte: Triarts New Media

Bandolim: Danilo Brito

Violão Tenor: Danilo Brito

Clarinete: Alexandre Ribeiro (faixas 1,2,7)

Violão 6 e 7 Cordas: Luizinho 7 Cordas (faixas 1,4,5,6,8,9,11)

Cavaco: Milton Mori (faixas 1,6) e Joãozinho (faixas 4,5,6,9,11)

Pandeiro: Rafael Toledo (faixas 1,3,4,6,9,11, 12)

Percussão: Léo Rodrigues (faixas 3,11)

Afoxé: Aragão (faixas 1,4,6,9,11)

Participação Especial

Dominguinhos, sanfona (faixas 3,12)

Alessandro Penezzi, violão (faixas 2,6,7)

Ensemble-SP, cordas – Betina Stegmann │ Nelson Rios │ Marcelo Jaffe │ Robert Suetholz (faixas 2,5,7)

Rodrigo Y Castro, flauta (faixas 2,7)

Gravado no estúdio Cia do Gato

Álbum por Orpheu Music